terça-feira, 26 de janeiro de 2016

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE!


Gustavo Praça Santana, de apenas 5 anos, é de Arcoverde e está internado no Hospital Real Português (RHP), no Recife, com quadro de leucemia. Ele está precisando de doadores de sangue - de qualquer tipo - com urgência! O RHP não tem convênio com o HEMOPE - onde as doações poderiam ser feitas aqui mesmo em Arcoverde - mas sim com o IHENE, com sede na Rua Tabira, no bairro da Boa Vista, no Recife.
Uma amiga da família está viabilizando a vinda de um ônibus móvel de coleta do IHENE aqui para Arcoverde. Para isso, o IHENE precisa da confirmação de, no mínimo, 50 doadores. Quem puder ajudar doando sangue deve entrar em contato com Cristiane Gomes, para confirmar a doação. Os telefones são: (81) 98832‑1255 ou (81) 99755‑1952.
Se eu tive Dengue, Zika Vírus ou Chikungunia, posso doar sangue? O diretor do Hemope Regional Arcoverde, Dr. José Ivan Vidal, informou que quem teve qualquer uma das viroses causadas pelo Aedes Aegipty - Dengue, Zika Vírus ou Chikungunia - só pode realizar doação de sangue depois de 30 dias sem nenhum sintoma das mesmas! Então se vc teve uma dessas doenças, mas já está há 30 dias sem os sintomas, pode ser doador de sangue sim e ajudar a salvar vidas.

Bispo da Universal censura Xuxa e Record planeja rescindir o contrato da apresentadora, diz jornalista

Bispo da Universal censura Xuxa e Record planeja rescindir o contrato da apresentadora, diz jornalista

A TV Record estaria trabalhando para rescindir o contrato com a apresentadora Xuxa Meneghel, devido à insatisfação de diretores ligados à Igreja Universal com o conteúdo veiculado no programa da “rainha dos baixinhos”.
A informação sobre a possibilidade real de rompimento do contrato por parte da Record foi veiculada pelo jornalista Daniel Castro, especializado nos bastidores da televisão.
“Um alto executivo da área artística, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, fez uma espécie de censura pós-edição do programa, previamente gravado. Cumprindo recomendação da igreja, o diretor viu todo o programa atento a cada frase de Xuxa. Sua missão era eliminar tudo o que julgasse chulo, vulgar e imoral. Paralelamente, advogados da Record já destrincham o contrato de Xuxa. Estão se preparando para uma eventual rescisão”, escreveu Castro, no site Notícias da TV.
O motivo da irritação dos executivos seriam situações ocorridas em edições anteriores do programa, quando Xuxa e seus entrevistados abordaram temas desconfortáveis para a emissora do bispo Edir Macedo.
“A Record quer evitar que Xuxa repita situações consideradas constrangedoras, como ocorreu quando ela recebeu as cantoras Anitta e Preta Gil, o apresentador Sérgio Mallandro e a atriz Luana Piovanni. Não quer sua principal estrela falando de masturbação e uso de brinquedinhos sexuais na cama”, pontuou o jornalista.
Quando o contrato entre Xuxa e Record foi assinado, a apresentadora afirmou que havia recebido liberdade total para seu programa, mas que havia comum acordo para que temas ligados à religião fossem evitados, dada a ligação intrínseca da emissora com uma denominação neopentecostal.
“A única coisa que não posso fazer é falar de religião. O resto tudo eu posso. É um pedido que não fale de nenhum tipo de religião. Porque, se eu falar de evangélicos, vão dizer que é porque a Record tem uma história com isso. Se falar de católicos, também vão falar”, disse a apresentadoraà época.
Gospel+ entrou em contato com a assessoria de imprensa da Igreja Universal do Reino de Deus para obter um posicionamento oficial sobre o caso, porém, até o fechamento desta matéria, não obteve retorno.

A jornada de um ateu que encontrou a fé: filósofo exalta a “espiritualidade riquíssima” do Evangelho

A jornada de um ateu que encontrou a fé: filósofo exalta a “espiritualidade riquíssima” do Evangelho

O abandono do ateísmo é mais raro do que o abandono à fé. O mundo atual, secularizado, com influências midiáticas desse pensamento em várias frentes, torna o exercício de crença mais difícil. Portanto, em casos de pensadores que abandonam a descrença para reconhecer a existência de Deus, as reações nunca são tímidas.
O filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé, 57 anos, é um dos formadores de opinião mais lidos do país, e um dos que mais atraem críticas para si, por causa de suas análises contrárias ao pensamento de esquerda, que atualmente encontra grande audiência na sociedade.
Numa entrevista à revista Veja, Pondé contou que deixou de ser ateu por descobrir, na mensagem cristã, uma possibilidade intelectual muito forte para a existência de Deus, e criticou os ativistas ateus por viverem alienados a respeito das experiências possíveis a partir da fé.
“Já fui ateu por muito tempo. Quando digo que acredito em Deus, é porque acho essa uma das hipóteses mais elegantes em relação, por exemplo, à origem do universo. Não é que eu rejeite o acaso ou a violência implícitos no darwinismo – pelo contrário. Mas considero que o conceito de Deus na tradição ocidental é, em termos filosóficos, muito sofisticado. Lembro-me sempre de algo que o escritor inglês Chesterton dizia: não há problema em não acreditar em Deus; o problema é que quem deixa de acreditar em Deus começa a acreditar em qualquer outra bobagem, seja na história, na ciência ou sem si mesmo, que é a coisa mais brega de todas. Só alguém muito alienado pode acreditar em si mesmo”, afirma Pondé.
Ainda sobre a descrença, o filósofo pontua que o contraponto, a fé, permite ver bondade no mundo fadado ao fracasso por conta do pecado: “Comecei a achar o ateísmo aborrecido, do ponto de vista filosófico. A hipótese de Deus bíblico, na qual estamos ligados a um enredo e um drama morais muito maiores do que o átomo, me atraiu. Sou basicamente pessimista, cético, descrente, quase na fronteira da melancolia. Mas tenho sorte sem merecê-la. Percebo uma certa beleza, uma certa misericórdia no mundo, que não consigo deduzir a partir dos seres humanos, tampouco de mim mesmo. Tenho a clara sensação de que às vezes acontecem milagres. Só encontro isso na tradição teológica”, admite.
Essa entrevista de Pondé à Veja, concedida em 2011, tem tido sua repercussão diminuída justamente por atacar bases argumentativas de duas correntes sociais muito presentes na mídia: o ateísmo e a esquerda. Nela, o filósofo aponta que o pensamento de esquerda, que orienta propostas de partidos como o PT e o PSOL, por exemplo, atribuem as mazelas a outros, ignorando a própria contribuição para a realidade injusta.
“O cristianismo, que é uma religião hegemônica no Ocidente, fala do pecador, de sua busca e de seu conflito interior. É uma espiritualidade riquíssima, pouco conhecida por causa do estrago feito pelo secularismo extremado. Ao lado de sua vocação repressora institucional, o cristianismo reconhece que o homem é fraco, é frágil. As redenções políticas não têm isso. Esse é um aspecto do pensamento de esquerda que eu acho brega. Essa visão do homem sem responsabilidade moral. O mal está sempre na classe social, na relação econômica, na opressão do poder. Na visão medieval, é a graça de Deus que redime o mundo. É um conceito complexo e fugidio. Não se sabe se alguém é capaz de ganhar a graça por seus próprios méritos, ou se é Deus na sua perfeição que concede a graça. Em qualquer hipótese, a graça não depende de um movimento positivo de um grupo. Na redenção política, é sempre o coletivo, o grupo, que assume o papel de redentor. O grupo, como a história do século 20 nos mostrou, é sempre opressivo”, comenta Pondé, propondo uma reflexão sobre o discurso político de esquerda, num contraponto com a mensagem do Evangelho.

sábado, 23 de janeiro de 2016

Pastora e uma prima são mortas por vingança, suspeito do crime também era pastor

Marido da vítima também foi sequestrado (Foto: Reprodução/TV Sudoeste)


'Perdi tudo', diz marido de pastora morta; ex-colega de igreja é suspeito


O marido da pastora e professora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Marcilene Oliveira Sampaio, encontrada morta em Vitória da Conquista, falou sobre a tragédia durante velório da esposa, nesta quinta-feira (21). Carlos Eduardo de Souza, que também é pastor, estava no carro com a esposa e a sobrinha do casal, quando foram sequestrados. Apenas ele conseguiu fugir após forçar um acidente. Dois foram presos e um pastor, apontado como mandante do crime, é procurado pela polícia.
Marido de professora da Uneb sobrevive à tentativa de homicídio na Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)Marido de professora da Uneb sobrevive
(Foto: Reprodução/TV Bahia)
Segundo o sobrevivente, ele e a mulher tinham uma igreja evangélica no bairro de Iracema. A polícia investiga se o crime foi pensado como vingança, motivada pelo fato do pastor suspeito ter perdido fiéis após desentendimento com o casal, que mudou de igreja. "Ela era uma pessoa que amiga, uma esposa, uma professora, uma pastora de 'ovelhas' e a gente perdeu tudo. Nós perdemos tudo", disse.
Ana Cristina Sampaio foi morta ao lado de pastora na Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Ana Cristina Sampaio foi morta ao lado de pastora na
Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Além da pastora, também foi morta a sobrinha dela, Ana Cristina Santos Sampaio. Marcilene e a sobrinha teriam se desvinculado da igreja dele, depois de um desentendimento, para fundar uma nova e levado a maioria dos fiéis.

Família, amigos e fiéis prestaram homenagens a Marcilene no velório em Vitória da Conquista. O corpo da sobrinha  permanece no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e deve ser levado para o estado de São Paulo, onde ela morava.
O delegado de Conquista, Marcus Vinicius, diz que os policiais seguem nas buscas pelo suspeito de planejar o crime. "Nós estamos com equipe desde ontem [quarta-feira, 20] sem parar, se revezando para prender em flagrante o pastor. Se não, vamos pedir a prisão do mesmo pela Justiça criminal de Vitória da Conquista", afirma.
Pastor Edmar é suspeito de ter encomendado crime e está sendo procurado (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Pastor Edmar é suspeito de ter encomendado
crime e está sendo procurado (Foto: Reprodução)

O crime

A professora Marcilene Oliveira Sampaio, o marido e a prima tinham acabado de sair da igreja, na noite de terça-feira (19), e estavam a caminho do sítio onde moram quando o carro em que estavam apresentou um defeito na estrada que liga ao município de Barra do Choça.

Carlos Eduardo disse à polícia que desceu do veículo e abriu o capô para verificar o que tinha acontecido quando foi abordado por três homens que chegaram em outro carro. Entre os suspeitos estava o pastor apontado como mandante do crime.

Segundo a polícia, a intenção dos criminosos era matar toda a família no sítio em que as vítimas residiam. A suspeita é de que Marcilene e os parentes já estavam sendo seguidos desde o momento em que deixaram a igreja.

Conforme a polícia, ao perceberem as vítimas paradas na estrada, os suspeitos decidiram agir. Carlos Eduardo foi colocado dentro carro dos suspeitos e seguiu pela estrada com um dos criminosos. O outro suspeito e o pastor ficaram ao lado da professora e da prima dela às margens da rodovia. As duas mulheres foram mortas em seguida a pedradas.
De acordo com a polícia, o marido de Marcilene, que estava no banco de passageiro sob a mira de um revólver, foi agredido várias vezes ao longo do trajeto pelo suspeito. No entanto, ao perceber que iria ser morto, Carlos se jogou na direção do veículo, que acabou colidindo em outro que trafegava pela rodovia. Carlos conseguiu abrir a porta e escapar pelo mato. Em seguida, acionou a polícia.
Os suspeitos
Um dos suspeitos, Fabio de Jesus Santos, 34 anos, foi preso por policiais militares minutos depois do acidente provocado por Carlos. Segundo a polícia, Fábio confessou participação na ação, mas disse apenas ter dirigido o carro.
Suspeitos presos alegaram que crime foi encomendado por pastor (Foto: Michele Damasceno/TV Sudoeste)
Suspeitos presos alegaram que crime foi
encomendado por pastor (Foto: Michele
Damasceno/TV Sudoeste)
Segundo a polícia, o suspeito também apontou quem seriam os demais comparsas: Adriano Silva dos Santos, de 36 anos, e o pastor de prenome Edmar. Adriano, que teria matado Marcilene e a prima dela com Edmar, foi preso na manhã desta quarta, confessou participação no crime e apontou o pastor como mandante.

Uneb lamenta

Marcilene Oliveira Sampaio também era professora do curso de Letras da Universidade Estadual da Bahia (Uneb). Segundo a instituição de ensino, ela também já atuou como diretora do Departamento de Ciências Humanas e Tecnológicas (DCHT) do Campus XX da Universidade, em Brumado.
Marcilene era mestre em Linguística pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e iniciou a carreira na Uneb em 2004. A Reitoria da UNEB informou que presta solidariedade a familiares e amigos de Marcilene. Disse ainda que espera que a apuração das circunstâncias da morte seja realizada e concluída com celeridade.
Com informações: G1/Bahia

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Polícia prende missionário por tráfico de drogas

Polícia prende missionário por tráfico de drogas

Um missionário evangélico de Campo Grande (MS) foi preso nesta terça-feira (12) sob acusação de tráfico de drogas. Kleber Elias Pereira dos Santos, 29 anos, tem um DVD gravado com seu testemunho com a chamada “Da morte para a vida” e mantinha a uma vida no crime que só foi revelada com a prisão de um homem.
Segundo o jornal O Dia, a polícia investigada a denúncia de um furto e o autor do crime revelou que furtou os objetos para pagar a dívida de drogas que tinha com o pastor.
Foi assim que os policiais chegaram até Kleber Santos que seria o responsável por abastecer o tráfico de drogas da região, segundo relatou o usuário.
O missionário foi localizado pela polícia e confessou que os pertences estavam em sua casa. O material foi apreendido e ele foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro da cidade.
O jornal Campo Grande News também deu destaque para prisão do missionário e conseguiu detalhes sobre sua vida religiosa. Ao que parece, Kleber Santos era mototaxista no interior de São Paulo e relata no DVD que sofreu um acidente, chegando a ser considerado morto e levado ao necrotério: “tossi e a mulher saiu correndo, desesperada”, conta ele em parte do testemunho.
Foram 16 dias de coma até que Kleber voltou a recuperar seus sentidos e foi se recuperando, ficando apenas com algumas sequelas. Foi por esta experiência que ele se aproximou da religião e iniciou os trabalhos com missão.

Dezenas de túmulos cristãos são vandalizados em Jerusalém

Dezenas de túmulos cristãos são vandalizados em Jerusalém

Túmulos cristãos foram profanados no cemitério do Mosteiro salesiano de Beit Jamal, a oeste de Jerusalém, e os responsáveis pelo espaço cobram ações das autoridades israelenses para encontrar os culpados.
Em sua página nas redes sociais, a Igreja Católica em Jerusalém (Patriarcado Latino), anunciou o ocorrido informando que a destruição dos túmulos aconteceu no final do ano de 2015.
“As cruzes de vários túmulos foram destruídas e jogadas ao chão”, disseram as autoridades da igreja católica sobre como foi encontrado os túmulos do cemitério cristão de Beit Jamal, que fica próximo à cidade israelense de Beit Shemesh.
Ao contrário dos ataques atribuídos a extremistas judeus – que atacaram templos cristãos com escritas anticristã – nada foi escrito nos túmulos, o que pode dificultar a identificação dos autores do ato.
“Exigimos que tais fatos sejam tratados pelas autoridades israelenses com toda a seriedade”, pede a igreja católica exigindo que seja feito o possível para identificar e punir os responsáveis.
Vale lembrar que em 1981 um ato semelhante de profanação aos túmulos foi realizado no mesmo cemitério e nenhum dos autores foi identificado ou detido. 
Com informações Rádio Vaticana

Igreja realiza “caminhada da cruz” em BH

Igreja realiza “caminhada da cruz” em BH

Toda segunda-feira membros da Igreja Batista da Lagoinha Savassi sairão da porta da igreja com uma cruz de madeira nos ombros e seguirão em caminhada até a sede da Igreja Batista da Lagoinha no Centro de Belo Horizonte (MG).
A “Caminha da Cruz” é uma forma de lembrar a todos que Jesus foi crucificado por cada um de nós.
“Muitos podem pensar: ‘Mas pra que fazer isso? Jesus não está mais na cruz, então, por que sair pela cidade carregando uma?’ Bom, a realidade é que somos muito privilegiados em entender o seu significado. Nós certamente entendemos que Ele tomou sobre Si tudo que antes estava sobre nós. Mas infelizmente não são todos que entendem/vivem essa realidade, e é por causa deles que vamos às ruas”, dizem os organizadores da caminhada.
A primeira vez que um grupo de fiéis saiu pelas ruas da capital mineira carregando a cruz foi no dia 4 de janeiro, a cruz – que é carregada cada momento por um participante da caminhada – traz a frase: “Isso era seu, mas Ele levou”.
Quem passa pelos membros entende a mensagem e nasce desta caminhada uma forma de evangelismo.
“Nossa ‘Caminhada da Cruz’ não remete à uma ‘procissão religiosa’ mas, sim, ao simples fato de nos alegrarmos em nos lembrar que era pra ser eu e você ali, mas Ele, sendo rico em misericórdia, tomou o nosso lugar e nos deu o presente da salvação e redenção”, completa os organizadores nas redes sociais da UREV – rede de evangelismo criativo.
“Somos tão gratos que queremos que o mundo conheça a alegria de pertencer a Ele. Por isso vamos e não nos envergonhamos da cruz (e sua mensagem) que nos deu vida!”

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...